#magnomarquesdecarnaubais

#magnomarquesdecarnaubais
Loading...

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

COFFEE BREAK CULTURAL

A Secretaria Municipal de Educação através da equipe de eventos pedagógicos reuniu nesta manhã autoridades administrativas, educadores, pais, centenas de alunos vinculados ao sistema publico e privado de ensino no município. 
Uma programação cultural ilustrada por "Coffee Break"   bastante participativo em alusão ao Festival Literário que vem acontecendo na cidade governado interinamente por Júnior Benevides, foi o ponto alto da programação desta quarta feira. fazendo jus ao sucesso obtido pela "Carroça Literária" circulando ontem nas unidades escolares. 
Os organizadores do evento estão de parabéns, cuja programação terá culminância final no dia do Folclore.
Fonte: AluizioLacerda, Foto: Adilio Lacerda

Concentração neste sábado com carreata saindo do bairro Casinhas

Os seguidores das candidaturas Henrique - governador e Vilma senadora,  promoverão neste sábado mais uma mobilização política. A concentração terá início em frente a casa do Sr. Maurino, no Bairro Casinhas a partir das 19:30 horas. De lá, sairemos em carreata pela Av. Francisco Jorge dos Santos, até a praça Olavo Lacerda Montenegro no Bairro Pacheco,  retornando pela mesma avenida. Subinda para a cidade pela Av. Abel Alberto da Fonseca,  entrando na rua Mariano Barbosa de Faria até a praça Nelson Gregório. Local em que se será realizado a concentração em defesa de Márica Maia 40111, Sandra Rosado 4040, Henrique 15, Vilma 400 e Marina 40.
As lideranças que apoiam estas candidaturas, convidam todos os carnaubaenses para esta grande mobilização.
Fonte: LuizinhoCavalcante

Colírio do dia

Corte de palha na varzéa de Carnaubais-RN

Carnaubais – Café literário marca abertura de evento cultural




Logo mais às 8h00 acontecerá a abertura do Festival de Literário de Carnaubais oportunidade em que se iniciará o café literário com espaço para contação de histórias, teatro de fantoches e troca de livros tendo como local ao lado do ginásio poliesportivo Francisco Weldeny de Brito. O evento terá sua culminância na sexta-feira dia 22 às 19h00. A realização é do governo Mais Desenvolvimento que tem a frente o prefeito interino Júnior  Benevides através da secretaria de Educação e Cultura.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Frente Parlamentar em Defesa do Livro e da Leitura discutirá importância da biblioteca da escola

A próxima reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Livro e da Leitura, presidida pela vereadora Professora Eleika Bezerra (PSDC), será realizada amanhã, 20 de agosto, às 14 horas, no plenário da Câmara Municipal de Natal.

Com o tema ‘A biblioteca da escola é importante?’, o encontro debaterá sobre os papéis do bibliotecário e do professor mediador de leitura no processo de formação de leitores, uma vez que há solicitações destes profissionais que estão se sentido prejudicados ao serem afastados das bibliotecas das escolas, além das perdas salariais.

Carroça literária nas ruas de Carnaubais



Já está nas ruas de Carnaubais a carroça literária convidando toda comunidade para o Festival Literário que começa amanhã, quarta-feira dia 20. A ação é do Governo Mais Desenvolvimento através da Secretaria de Educação e Cultura.

'Precisamos garantir esta vitória', diz viúva de Eduardo Campos

Fernando Frazão/Agência Brasil
Renata Campos fala pela primeira vez desde a morte do marido

No primeiro posicionamento desde a morte do marido, Renata Campos diz que participará ativamente da campanha e é apontada como líder do PSB pelo presidente do partido

"Participei a vida inteira de campanha, não será diferente com esta. Com uma diferença: tenho que participar por dois", afirmou Renata Campos, viúva de Eduardo Campos, em seu primeiro pronunciamento público desde a morte do candidato do PSB, na última quarta-feira, 13. "Depois de todos esses anos sabendo que muitas coisas precisam ser feitas ainda, precisamos garantir essa vitória para esse sonho ir adiante", acrescentou ela, ao lado de três dos cinco filhos.

Renata é atualmente tida como uma possível vice para Marina Silva. Com efeito, o presidente do partido, Roberto Amaral, afirmou que ela passou a ser "a grande liderança do PSB". "Depois de Arraes e de Eduardo, nosso partido tem uma nova liderança. Essa liderança magnífica que é a alma do nosso partido, das nossas entranhas, que representa o povo brasileiro. A grande liderança do partido é Renata Campos", discursou. "Quem olhar para Renata verá Eduardo comandando a campanha. A maior prova de amor por Eduardo será fazer o que ele desejava, que era eleger o novo presidente do Brasil e o novo governador de Pernambuco".

Aparentando timidez, Renata optou por ler um discurso previamente pronto. Agradeceu o apoio e as manifestações de carinho dos pernambucanos e ordenou aos correligionários que mantenham "tudo como Eduardo deixou".

Em evento de campanha para o governo de Pernambuco, várias lideranças do PSB usaram a morte de Eduardo Campos como mote eleitoral do partido. "Nosso líder, nosso guerreiro não morreu. Ele está vivo nos nossos corações", discursou Fernando Bezerra Coelho, candidato ao Senado pelo PSB. "A partir de agora, quem não está com Paulo Câmara não está com Eduardo Campos", acrescentou o próprio Paulo Câmara, candidato do PSB ao governo do estado.

No último final de semana, o presidente do PSB antecipou que o primeiro programa eleitoral do partido na televisão e no rádio, que começa a ser veiculado amanhã, será "plástico" em homenagem à memória do ex-presidenciável.

* Com informações da Agência Brasil.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Carnaubais - Romissinaide concede entrevista a Rádio Princesa e dá detalhes sobre evento literário

 A professora Romissinaide Melo está a frente da Festival Literário de Carnaubais-RN, será um grande evento! A realização é do governo Mais Desenvolvimento através da secretaria de educação. A professora concedeu uma entrevista a Rádio Princesa do Vale falando sobre este evento que deverá ir ao ar nesta terça-feira no Jornal da Manhã. Este blog transmite ao vivo toda programa da emissora.

GOVERNAR É ABRIR ESTRADAS

Foto: TM
O prefeito interino Júnior Benevides vem copiando um estilo de administrar implantado pelo governo republicano de Washington Luiz que classificava como desenvolvimento a construção de estradas no território nacional.
 
 Neste contexto, tem dado prioridade recuperação das vias de acessos nas comunidades rurais. 
 
Após sancionar a lei que criou o bairro de Casinhas como parte integrante do perímetro urbano municipal, investe na construção de uma estruturação básica, dando a comunidade maiores condições de locomoção. 
 
Tendo iniciado a abertura de uma via de acesso interligando a comunidade ao vizinho bairro Valdemar Campielo, está agora procedendo uma passagem molhada que possibilite a trafegabilidade dos seus moradores a parte baixa da várzea, dando acesso as propriedades que se confrontam com a antiga Timbaúba. 
 
O beneficio tem vital importância coletiva, encurtando a distância dos que trabalham na agricultura e cuida dos rebanhos animais nas suas adjacências.
Fonte: AluizioLacerda

Carnaubais - Governo Mais Desenvolvimento realizará Festival Literário


Luizinho Cavalcante esteve lá e escreveu: Uma multidão prestigiou o velório e sepultamento de Eduardo Campos

Estive hoje na capital pernambucana, acompanhado de minha esposa Mária, do prefeito Júnior Benevides e do motorista Surpiu. Fomos levar nossa última homenagem a matéria do líder socialista Eduardo Campos, e a solidariedade a seus familiares.
Do nosso estado presenciei as presenças da  presidenta do PSB estadual Vilma de Faria, da deputada estadual presidenta do diretório Natal, Márcia Maia. O deputado presidente da Câmara Henrique Alves, a governadora Rosalba Ciarlini, o ex-deputado estadual Claúdio Porpino, o ex-deputado Leonardo Arruda  e o ex-prefeito de Maxaranguape - Amaro Saturnino.

Fiquei observando a simpatia e a solidariedade do povo pernambucano, principalmente os mais pobres e humildes, conversei com muitos deles e pude perceber como a força de Miguel Arraes, ainda está viva na memória daquele povo. Era notório na fisionomia dos presentes a classe social dos mais simples.

Encontrei o grande pernambucano presidente do PPS Roberto Freire.
Apesar de ser um ato de sentimento, a chegada da presidenta Dilma ao local, causou uma reação no povo, que deram uma vaia, manerada, pelos aplausos ao ex-presidente Lula.

Pude também perceber o quanto os pernambucanos tem orgulho de sua cultura, manifestadas através do Maracatu e caboclinhos.

O Brasil, constatou através dos mais diversos meios de comunicação o carinho, o amor dos pernambucanos pelo grande homem público que foi Eduardo Campos.

O sentimento da perda de uma grande liderança pública, ficou constatado por todas as ruas, restaurantes que repartições que passei durante a minha estadia no Recife.

Esta semana a direção Nacional do PSB, estará reunida em  Brasília para deliberar sobre o novo candidato a presidência da República.

Friboi, OAS, Simas e Telemont são as principais doadoras da campanha no RN

dinheiro_sacosJornal de Hoje - A disputa eleitoral no Rio Grande do Norte ultrapassou a marca dos R$ 10 milhões gastos no primeiro mês de campanha. Isso, graças, principalmente, a empresas como a JBS, OAS, Simas, Arosuco Aromas e Sucos e Telemont, as principais financiadoras das candidaturas a governo, senado, deputado estadual e federal até o momento. 
 
Cada uma gastou, em média, R$ 2 milhões com os candidatos potiguares. A Telemont Engenharia de Telecomunicações S/A, por exemplo, doou mais de R$ 1,1 milhão para o candidato do PMDB ao Governo, Henrique Eduardo Alves, e outro R$ 1,1 milhão para Wilma de Faria, que completa a chapa se candidatando ao Senado.
 
 A empresa, que presta serviços no Sudeste, Centro-Oeste e Sul do País, oferece soluções em Data Center, Segurança Lógica, Segurança Física, Cidades Inteligentes, Tecnologia Embarcada, Colaboração, Gestão de Dispositivos Móveis, Networking e SmartGrid.
 
A Arosuco doou R$ 300 mil para Wilma e a OAS outros R$ 400 mil para a ex-governadora. Para o candidato do PMDB, a Arosuco doou outros R$ 500 mil e a OAS, R$ 150 mil. Vale lembrar que esta é a mesma construtora responsável pela Arena das Dunas, estádio que recebeu os jogos da Copa do Mundo em Natal. A JBS S/A, responsável pela empresa de processamento de carne popularmente conhecida como Friboi, foi a principal doadora da aliança de Robinson Faria (PSD) e Fátima Bezerra (PT). 
 
Para o candidato a governador, doou R$ 1 milhão, e para a candidatura petista, R$ 500 mil. O deputado federal Fábio Faria, filho de Robinson e candidato a reeleição pela Câmara Federal, também recebeu R$ 500 mil da empresa, que é responsável por marcas como a Friboi no Brasil. E não foi só. A JBS também doou outros R$ 60 mil para a candidatura a deputado federal do presidente estadual do PT, Eraldo Paiva, e mais R$ 10 mil para Hugo Manso, também candidato petista para a Câmara Federal.
 
 

GOVERNO MAIS DESENVOLVIMENTO CONTINUA TRABALHANDO RECUPERAÇÃO DAS ESTRADAS VICINAIS DAS ÁREAS DE ASSENTAMENTO RURAIS

A coordenadoria de obras do governo "Mais Desenvolvimento", tendo a frente o auxiliar Genildo Pinheiro, informa que neste sábado a frota mecânica do município está efetuando trabalho de recuperação das estradas vicinais nos assentamentos rurais de Canto Comprido, Canto das Pedras e Ligação.
Fonte: AluizioLacerda

Vaias, aplausos e emoção em um velório político

Fernando Frazão / Agência Brasil
velorio-eduardo-campos Renata Campos e os filhos do ex-governador, que usavam uma camiseta com o novo slogan da campanha, lançado involuntariamente por Campos durante a entrevista no Jornal Nacional

Houve comoção popular na despedida de Eduardo Campos. A missa campal, o velório e o enterro do ex-governador, contudo, foram atos políticos.

Ao ouvir uma lista interminável de governadores presentes, o rapaz ao meu lado brincou: “era mais fácil avisar os 3 ou 4 que não vieram”. De fato, estava todo mundo lá. Lula, Dilma, Aécio, metade do ministério, dezenas de parlamentares, candidatos a tudo que é cargo de todos os estados, ex-políticos e autoridades em geral. Renata Campos ficou ao lado de Marina Silva a maior parte do tempo. Ela e Antonio Campos, irmão de Eduardo, têm dado repetidas declarações em tom eleitoral. Os deputados Beto Albuquerque e Luiza Erundina, ambos do PSB e apontados como possíveis candidatos a vice, estavam lá. Roberto Amaral, presidente da legenda e opositor ao lançamento automático de Marina, também estava na primeira fila na hora em que o caixão desceu. Aí veio a polêmica das vaias X aplausos na chegada da presidenta Dilma Rousseff, que foi à cerimônia acompanhada do ex-presidente Lula.

Quando a candidata a reeleição chegou, houve um pequeno princípio de vaia, logo abafado por aplausos. E ficou por isso. Foi um episódio que durou poucos segundos e que não lembra, nem de longe, o xingamento de dezenas de milhares de pessoas direcionado à presidenta na abertura da Copa do Mundo. Foi um momento tão marginal que eu, que estava ao lado do palco da missa junto aos populares e fora da área reservada a autoridades e jornalistas, nem vi ou ouvi nada.

Foi então a vez da imprensa tradicional reforçar o tom político do ato deste domingo.
Alguns veículos noticiaram o ocorrido da seguinte forma: “Lula e Dilma são vaiados em velório de Campos”. Acreditar que Lula seria vaiado por uma multidão em plena capital de Pernambuco é um erro jornalístico provavelmente causado por uma falta de experiência aliada à cultura de perseguição ao ex-presidente, uma obsessão de determinados donos de empresas de comunicação que acaba contaminando os repórteres que vão para a rua. Nem todos respaldaram essa versão e noticiaram que o princípio de vaia era, como tudo indica, apenas para Dilma.

É um belo exemplo de como funciona a mídia no dia a dia. Fica ainda mais uma vez claro que o tal “jornalismo imparcial” é uma lenda com respaldo eventual apenas entre calouros de faculdades de comunicação ou no marketing. Na vida real o jornalismo imparcial não existe.

Explico melhor, a partir deste exemplo citado: aconteceu um princípio de vaia à presidenta, logo encoberto por aplausos. Dilma estava ao lado de Lula, e eles chegaram juntos ao velório. Há muitos títulos possíveis. Por exemplo: “Lula e Dilma são vaiados em velório de Campos”; “Dilma é aplaudida no velório de Campos”; “Lula e Dilma são vaiados e aplaudidos no velório de Campos”; ou ainda simplesmente: “Lula e Dilma comparecem ao velório de Campos”. E por aí vai. Qual o correto? Não há resposta objetiva. Cada veículo escolhe o enunciado que lhe convém, de acordo com suas preferências políticas.

Fica evidente, novamente, a necessidade de uma maior pluralidade na mídia brasileira, que quase em sua totalidade segue uma única linha ideológica-editorial e não representa a riqueza da diversidade da população.

Camisetas e bandeirinhas

Não foi apenas a revoada de autoridades que caracterizou a despedida de Campos como um enorme ato político.

Desde ontem à noite uma multidão ocupou o entorno do Palácio Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, onde Campos e algumas das outras vítimas do acidente de quarta-feira passada foram veladas. Milhares de pessoas formaram uma fila que serpenteava pelo bem preservado centro histórico da capital pernambucana. Esperaram horas e horas embaixo do sol para olhar por alguns segundos o caixão lacrado do ex-governador. E aí tinha de tudo. Gente que veio de longe ou mora ao lado; filiados do PSB; pessoas fantasiadas; bebês de colo, senhoras e senhores de idade; grupos de bombeiros ou PMs uniformizados etc.
 

Alguns elementos eram onipresentes. Primeiro, as bandeirinhas. Eram milhares delas, de dois únicos modelos: a do estado de Pernambuco e outra toda preta com a pomba branca que é o símbolo do PSB. Ambas foram distribuídas pelos militantes da campanha Campos-Marina. Depois, as camisetas. Contei 12 modelos diferentes com a frase “Não vamos desistir do Brasil”, slogan lançado involuntariamente por Campos na fatídica entrevista do Jornal Nacional na noite anterior à queda do jatinho que o matou em Santos. Eram de várias cores, com ou sem o rosto do homenageado. Como as bandeirinhas, as camisetas também foram confeccionadas e distribuídas pela campanha Campos-Marina.

Ao lado da grande fila para o caixão, uma menor, com cerca de 100 pessoas, chamava a atenção: estavam todos com o mesmo modelo amarelo da camiseta “Não vamos desistir do Brasil”. Eram militantes pagos do PSB que aguardavam para pegar um sanduíche de mortadela, parte do pagamento pelo serviço do dia: a distribuição de camisetas, adesivos e bandeiras com os rostos de Eduardo Campos e Marina Silva e a promoção dos “bandeirassos” --ação na qual militantes ficam em pontos de grande circulação agitando estandartes de um partido ou candidato.

Eduardo Campos é neto de Miguel Arraes, o político de maior prestígio da história de Pernambuco –e talvez agora lhe tome esse posto. Era um candidato competitivo a Presidência da República. Logo, nada mais natural que sua despedida fosse um ato político. Houve comoção popular? Houve, claro. Uma comoção intensa e amplamente compreensível. É inegável, contudo, que o pano de fundo era a política.
Mas muita calma nesta hora. Por mais que Marina Silva e parte de seu eleitorado se diga contrária à chamada política tradicional, sem ela a ex-senadora não se elegerá, e ela sabe disso. Sendo assim, é legítima a tentativa de seus apoiadores de capitalizar eleitoralmente este momento de comoção nacional a seu favor. É igualmente legítimo veículos de comunicação defenderem suas posições, mesmo quando as mesmas são ocultadas por um discurso capenga de imparcialidade. Mais: é até saudável e natural que a despedida de Campos, um político extremamente hábil e promissor, tenha sido um ato político.

Não há mal algum nisso. O Brasil ficará mais maduro e com uma democracia mais fortalecida quando pessoas, partidos e mídia não precisarem fingir que não estão fazendo política. Criminalizar a política como um todo não ajuda ninguém. Pelo contrário. E Eduardo Campos sabia disso.

domingo, 17 de agosto de 2014

Carnaubais se fará presente no velório e sepultamento do líder socialista Eduardo Campos

Luizinho+Cavalcante.jpg (640×424)Carnaubais se fará presente na capital pernambucana,  para participar do velório e sepultamento do  nosso grande líder socialista Eduardo Campos. Eu,  minha esposa Mária Cavalcante, Júnior Benevides e Diene, estaremos juntos prestando as nossas últimas  solidariedade a um cristão.
Conheci Eduardo Campos pessoalmente em 2003, pois já o conhecia o seu trabalho, já  admirava o seu avô Miguel Arraes, pelo seu prestigio e respeito que o mesmo tinha pelos camponeses, que ao lado de Francisco Julião, criou no Pernambuco e depois se espalhou por todo o Nordeste, as Ligas camponesas.

Mesmo vivendo a distância um do outro nos sentíamos felizes nos muitos encontros e congressos, que participamos no Recife, Salvador, Brasília e aqui em nosso estado.  Dono de uma eloquência invejável, sua prática metodológica de explicar os fatos fazia de forma alegre e simpática prendendo a admiração de todos que lhe ouvia

O fato que despertou a atenção de Eduardo Campos olhar para minha pessoa e me reconhecer em todos os lugares que chegava, foi que em um dos Congressos do PSB, eu me escrevi para falar, ele a mesa dirigindo os trabalhos ao lado de Carlos Siqueira e Roberto Amaral.  Iniciei a minha participação me identificando, quando falei que era de Carnaubais da terra da cantora Núbia Lafayete, senti a atenção de todos as minha palavras.

Outro fato também que fez Eduardo Campos,  memorizar Carnaubais, foi eu ter entregue a ele, as moedas de circulação local denominada  carnaúba. Na última vez que ele esteve em Natal, já nesta campanha, Mária o cumprimentou e disse que era a esposa de Luizinho de Carnaubais, ele respondeu para ela -  diga a Luizinho, que eu ainda vou a Carnaubais, gastar as CARNAÚBAS,  que ele me  presenteou.

Eu tinha muita esperança que Eduardo ganhasse a eleição e fizesse um grande governo em nosso país, mas o destino não o permitiu. E de forma trágica, o nosso presidente partiu desta vida para a eternidade, deixando os seus ensinamentos de homem público preocupado com toda a sociedade.
Fonte: LuizinhoCavalcante

sábado, 16 de agosto de 2014

Carnaubais - Hora da Família


Pense num perigo GRANDE que viveu Carnaubais: A OPOSIÇÃO DE CARNAUBAIS LUTOU PRA IMPLANTAR ESTE MODELO DE GOVERNO NO MUNICIPIO

MP abre inquérito para apurar gastos com Festa dos Navegantes em Macau

lávio Veras era o prefeito na época da festa de Nossa Senhora dos Navegantes. Foto: Heracles Dantas
Flávio Veras era o prefeito na época da festa de Nossa Senhora dos Navegantes
Jornal de Hoje - Ao que parece, a Prefeitura de Macau não aprendeu mesmo após receber recomendações do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Ministério Público do RN sobre gastos com festas – e ser, até, investigado pelas despesas efetuadas com carnaval e emancipação da cidade. E uma evidência que não aprendeu é que o MP resolveu abrir um novo inquérito para apurar, desta vez, as despesas com a festa de Nossa Senhora dos Navegantes.
A promotora responsável pela investigação é Isabel de Siqueira Menezes e o inquérito foi aberto no dia 13 de agosto. “A Promotora de Justiça, titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Macau, RESOLVE instaurar inquérito civil público, sob o registro cronológico nº 097/2014. Fato: apurar irregularidades na contratação de bandas, estrutura de palco, banheiros químicos, som e iluminação para a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes do ano de 2012, pela Prefeitura de Macau”, afirma a resolução sobre abertura do inquérito.
O ano de 2012 foi o último da gestão de Flávio Veras, ex-prefeito de Macau. Ele também é investigado pelas despesas com o carnaval e a festa de emancipação da cidade e chegou a ter uma ordem de busca e apreensão cumprido na sua residência, em 2013. Foi a chamada “Operação Máscara Negra”, que até o momento não virou denúncia junto ao Poder Judiciário Estadual.
Blog do Xerife

O legado de Eduardo Campos é tema do evento Diálogos Capitais

facebook-saraivaRE_3.jpg
Evento que acontece no Recife na próxima segunda-feira, 18, discute o novo cenário eleitoral que se forma no Brasil e o que o candidato à presidência pelo PSB deixa para o Brasil.

A reconfiguração do cenário eleitoral depois da morte do candidato à presidência da república Eduardo Campos será discutido no próximo evento Diálogos Capitais, que acontece na segunda-feira, 18, no Recife, em Pernambuco. O legado de Eduardo Campos e o novo cenário eleitoral terá a participação da professora Vera Chaia, do escritor Sergio Amadeu e do cientista político Adriano Oliveira, com mediação do editor de mídias digitais de CartaCapital, Lino Bocchini.

O candidato à presidência pelo PSB foi vítima de um acidente aéreo quando voava do Rio de Janeiro para Santos para cumprir agenda de campanha. Os convidados discutirão o impacto da perda do nome de Eduardo Campos para a política nacional e seus desdobramentos.

O evento faz parte da comemoração dos 20 anos de CartaCapital e é aberto ao público e gratuito.
Serviço
Quando: Segunda-feira, 18 de agosto, 19h30
Onde:  Livraria Saraiva, RioMar Shopping, Av. República do Líbano, 251 - Piso 2
Evento aberto e gratuito

VI Feira de Negócios da Agricultura Familiar, fortalecerá a economia local

Foto: BOLÃO DE VAQUEJADA - 1º ANIVERSÁRIO DA CN PUBLICIDADEA VI Feira de Negócios da Agricultura Familiar de Carnaubais - FEIRAFAC, vai ganhando corpo e forma. O Bolão de vaquejada esta bastante motivado, prometendo ter uma grande presença dos admiradores da vaquejada. A parte social, será animada pelas renomadas bandas: Forró dos 3 e Araújo e filho.

A Exposição está tendo uma boa aceitação dos agricultores, causando grande no número de inscritos. Este ano vai ter na exposição: Caprinos, ovinos, bovinos, avicultura e cunicultura. Além das frutas, hortigrangeiros, legumes e cereais.

A VI Feira, já conta com os apoios institucionais  da: Prefeitura de Carnaubais, Câmara Municipal, SEBRAE, EMPARNE, BNB e EMATER. Da iniciativa privada já confirmaram patrocínios: Mercadinho Bozó, Rafaneli Rações, FM 104, Banco Comunitário de Carnaubais - BCC, Mercadinho Mini-preço, Posto Assú,
Geildo Produtos Agrícolas, G P Locações e Eduarte Designe e CM publicidade.

O Parque Olho D'água, local em que acontecerá todo o evento, está passando por uma grande reforma, para que possa acolher todos os expositores e visitantes que para lá se deslocarão nos dias 13 e 14.
Fonte: LuizinhoCavalcante

Não teve gente para Robson falar em Bom Jesus

Foi pífia e constrangedora para a oposição a passagem do vice-governador e candidato ao governo pelo PSD Robinson Faria pela cidade de Bom Jesus, no início da noite desta terça-feira, 12, durante o passagem da “Caravana da Liberdade” pelo município.    

Robinson já vinha de outras cidades da região em caravana e ao chegar em Bom Jesus não encontrou a oposição articulada, deixando  a cidade sem fazer um só discurso, já que no local reservado para o final da carreata, apenas um trio elétrico ficou estacionado e o eleitor não compareceu ao que seria um comício relâmpago.  
Por: Emerson Miguel

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Voto de Eider Medeiros a Henrique Alves é para Inglês ver

Keffas Emmanuel | 18:55 |




Assim como a antiga expressão “é pra Inglês ver”, surgida por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que o Brasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos, e que no entanto, todos já sabiam, que essas leis não seriam cumpridas, o mesmo pode-se dizer da promessa do ex-prefeito Eider Medeiros em votar no candidato ao governo do estado, Henrique Alves (PMDB).
Isso porque, desde a passagem do vice-governador Robinson Faria (PSD) em Alto do Rodrigues, há cerca de dez dias, o cenário político local se configurava com os apoios de vereador, lideranças e agentes públicos em prol das candidaturas de Robinson Faria e Fábio Dantas.

Lideranças de oposição declarando nítido apoio a candidatura de Robinson Faria
O que a população de fato já compreendeu, é que nessa história de “rachar” os votos entre Henrique e o vice-governador, o ex-prefeito Eider Medeiros, que há meses “desce ladeira à baixo”, com o abandono de seus liderados, vive o dilema entre acompanhar o candidato de seu partido ou optar pelo também candidato ao governo Robinson Faria, que no último pleito contribuiu participando ativamente de sua campanha à reeleição.
Nesta condição, fica claro a intenção do ex-mandatário de tentar lesar o seu eleitorado, fingindo votar no candidato de seu partido, mas, no entanto, em reunião com seus eleitores não fez objeção a escolha de outro candidato, como mostra claramente a imagem, além da confirmação de pessoas que participaram do encontro. 

Reunião do PMDB com lideranças do PSD, PP e o segundo suplente de vereador "Neguinho" que declarou apoio a Robinson Faria (foto: internet)

Liderança do Estreito, Vital (em destaque), que também apoia Robinson Faria (foto: internet)
Diante de tantos empecilhos para declarar apoio a candidatura de Henrique Alves, o ex-gestor deixa transparecer que teme amargar mais uma derrota no município para o prefeito Abelardo Rodrigues, atualmente considerado um dos prefeitos mais respeitados do Estado, detentor de um espólio de cinco mandatos, com cinco eleições disputadas e cinco vitórias, gozando de trânsito livres entre a classe política de todo o Rio Grande do Norte, composta por gabaritados políticos como o senador José Agripino, o ministro da Previdência Garibaldi Alves, o próprio Henrique Alves, bem como o seu vice-governador João Maia, deputado Ricardo Motta dentre outros importantes nomes da política do Estado.

Inauguração do Espaço de Convivência da Escola Abel

Nesta manhã de sexta-Feira a Escola Municipal Abel Alberto da Fonseca inaugurou o Espaço de Convivência Ariklenison da Silva Gomes (in Memorian), com recursos arrecadados no "Arraiá do Abé - 2014", contrapartida da Prefeitura de Carnaubais, através da Secretaria de Educação




Familiares e amigos de Ariklenison Gomes










     Estiveram presentes pais, alunos, Professores, Autoridades e demais funcionários da instituição além dos familiares do mesmo. 

Uma belíssima homenagem que toda a comunidade escolar fez para o nosso querido e eterno aluno.
Adriana Gomes, Mãe de Ariklenison da Silva Gomes (in Memorian)
Alem da belíssima homenagem a Escola Parabenizou os alunos destaques do turno matutino, e realizou o(a) mais belo(a) estudante. A Secretaria de Educação Parabeniza toda a equipe da Escola Abel.
Dherby Cristina (Coordenadora) 
premiando uma das alunas destaques 


      Dherby Cristina(Coordenadora), Nicolau Cavalcante(Secretário de Educação), e Júnior Benevides(Prefeito) premiando o(a) mais belo(a) estudante.