terça-feira, 6 de dezembro de 2016

ABELARDO E OS DEMAIS ELEITOS EM ALTO DO RODRIGUES SERÃO DIPLOMADOS HOJE

Serão diplomados pela juíza da 47ª Zona Eleitoral, Drª. Maria Cristina Menezes, o prefeito Abelardo Rodrigues Filho e a vice-prefeita Emilia Patrícia reeleitos e os nove vereadores do municipio de Alto do Rodrigues.

O Evento solene acontecerá a partir das 15.30 minutos desta terça feira (6) na quadra de esportes Omar Rodrigues do ginásio Monsenhor Walfredo Gurgel.

Por Aluizio Lacerda

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Abelardo Rodrigues será diplomado prefeito pela sexta vez, nesta terça-feira


O prefeito eleito pela sexta vez de Alto do Rodrigues, Abelardo R. Filho (DEM), a vice Emília Patrícia (PMDB),  junto com os vereadores eleitos e reeleitos serão diplomados nesta terça-feira (6), pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), em solenidade que ocorrerá na quadra Omar Rodrigues, na escola municipal Monsenhor Walfredo Gurgel, a partir das 15h30. Na ocasião os candidatos eleitos serão diplomados pela juíza da 47ª Zona Eleitoral, Drª. Maria Cristina Menezes. 

O prefeito que estará à frente do município pela sexta vez, contará com uma bancada de 05 vereadores. 
O evento, que aconteceria no dia 02 de dezembro, teve a programação adiada.

Fonte: LucianoSeixas

Prefeito Junior Benevides autorizou o pagamento do seguro safra em parcela única e garantiu a 700 agricultores o benefício do seguro estiagem

Resultado de imagem para fotos de junior benevides

O Prefeito Junior Benevides autorizou o pagamento em parcela única do Seguro Safra 2017. 700 agricultores familiares serão beneficiados com 5 parcelas de R$: 180,00, como reparação dos danos causados pela estiagem que já perdura 5 anos consecutivos. 

Com o pagamento do seguro Safra o município enxertará mais de 270 mil reais na economia local. O Prefeito Junior Benevides (PMDB), foi até o presente o gestor que mais investiu na garantia de políticas públicas voltadas para o homem do campo, incentivando a agricultura familiar. "Deixo o governo de consciência tranquila, pois realizei dentro do possível e com responsabilidade o que o município pode fazer", acrescentou o prefeito.

Diplomação dos eleitos no último pleito ocorrerá nesta quarta-feria 7 de dezembro em Carnaubais


A 47ª Zona eleitoral de Pendências através dos seus legítimos representantes, conduzirão nesta quarta-feira 7 de dezembro na Câmara Municipal de Carnaubais, a solenidade de diplomação dos eleitos no último pleito de 2 de outubro. Os nove vereadores, o prefeito e a vice serão oficialmente diplomados. Já no dia 1 de janeiro de 2017 ocorrerá a solenidade de posse e eleição da nossa mesa diretora da Câmara Municipal. 

domingo, 4 de dezembro de 2016

ALTO DO RODRIGUES: Alto do Rodrigues premiado com o Selo UNICEF (2013-2016)



Quarenta e nove municípios potiguares receberam, nesta sexta-feira (02) o Selo Unicef – Município Aprovado (2013-2016), dos quais apenas dois estão situados na região do Vale do Açu: Alto do Rodrigues e Afonso Bezerra. 

O evento aconteceu na Escola de Governo no Centro Administrativo em Natal  e contou com a comitiva de Alto do Rodrigues, liderada pelo prefeito Abelardo Rodrigues, que compareceu a solenidade acompanhado da primeira dama Rita Martins, vice-prefeita Emília Patrícia, secretárias municipais, titulares e adjuntas da Assistência Social, Francleide Campos e Gerlane Baracho, da Educação Irani Cunha e Nalda Ambrósio, respectivamente, além do articulador do selo no município Rodrigo Moura, representantes do NUCA, Conselho tutelar e outros auxiliares que compõem a gestão no município.

Foram quatro anos de muito trabalho para garantir a participação social às crianças e adolescentes de centenas de municípios do Semiárido brasileiro. Com 1.502 municípios convidados em 2013, dos quais 1.134 se inscreveram e 658 seguiram na iniciativa até 2016. 


sábado, 3 de dezembro de 2016

A voz de Fidel nas ondas curtas

- No último dia 25 de novembro, morreu em Havana, Cuba, o líder político cubano Fidel Castro. Sem sombra de dúvidas, sua voz foi uma das mais conhecidas nas ondas curtas, já que a Rádio Havana Cuba transmitiu, durante muitos anos, praticamente todos os seus discursos. E no dia de sua morte, a emissora cubana dedicou toda a sua programação para noticiar o ocorrido. Muitos radioescutas em todo o mundo fizeram questão de acompanhar a emissora neste momento considerado histórico (sem adentrar em discussões políticas!). Aqui em Porto Alegre, pudemos acompanhar a emissão matinal da Rádio Havana Cuba, por volta de 1300, no TU, em 17730 kHz.
- A CHU é uma estação de sinal horário que transmite em ondas curtas desde o Canadá. Ela foi monitorada, em Xavantina (SC), pelo Marcio Molossi, em 28 de novembro, por volta de 2200, no TU, em 7850 kHz. Também no mesmo dia o Márcio captou a estação de sinal horário dos Estados Unidos, identificada como WWVH, pela frequência de 20000 kHz.
- Recordamos que a partir de 2017, a BBC de Londres irá aumentar suas emissões em ondas curtas. Uma transmissão que será colocada no ar será em coreano.
- E a Rádio Aparecida é uma emissora brasileira que possui boa sintonia, no Sul do Brasil, em seus canais de 9630 e 11855 kHz.
- E a frequência de 7435 kHz, da Rádio Internacional da China, tem chegado com ótimo sinal, aqui no Sul do Brasil, a partir de 2100, no TU, com emissões em inglês, romeno e italiano.
- E nos últimos dias a Rádio Inconfidência, de Belo Horizonte (MG), enfrentou problemas técnicos em seu canal de 15190 kHz, em 19 metros. Desde Unaí (MG), Uender Marques destaca que o Departamento Técnico da emissora já estaria providenciando os reparos, mas que a situação seria “bem crítica”. Até a quinta-feira, 1º de dezembro, a Inconfidência não havia ainda retornado neste canal de 19 metros. A emissora está operando, em ondas curtas, apenas em 6010 kHz, em 49 metros, de acordo com o Uender.
- E para quem reside no Nordeste, aqui vai a dica do Lenildo da Silva, de São José (PB): a Voz da Indonésia possui uma transmissão, em espanhol, com destino ao continente europeu, que vai ao ar entre 1700 e 1800, no TU, em 9525 kHz. Em 9 de novembro, ele captou tal emissão, por volta de 1750, no TU, com sinal regular.
- Lembramos que todos os domingos, às 16h, na hora brasileira de verão, Ulysses Galetti realiza a Rodada dos Radioescutas em SSB. Trata-se de um bate-papo entre radioamadores, na frequência de 7100 kHz.
- A Super Rede Boa Vontade de Rádio, de Porto Alegre (RS), é uma das emissoras brasileiras com boa sintonai em 9550 kHz. Por outro lado, ao que tudo indica, a Rádio Bandeirantes, de São Paulo (SP), está inativa em seu canal de 9645 kHz. Já em 11925 kHz está com boa sintonia no Sul do país;
- Papel e caneta para anotar os horários e frequências das emissões em espanhol da Rádio Romênia Internacional. A emissora de Bucareste transmite no seguinte esquema: às 2000, no TU, em 7235 e 9610 kHz; às 2200, no TU, em 11800 e 13730 kH; às 0000, no TU, em 7315, 9510, 11800 e 13730 kHz; por fim, às 0300, no TU, em 7345, 9480, 11800 e 13730 kHz.
- Já as transmissões em espanhol da Voz da Turquia vão ao ar entre 0200 e 0300, no TU, em 9410 e 9650 kHz;
- Por sua vez, a Rádio França Internacional possui uma transmissão em português para a África, entre 1900 e 1933, no TU, em 15360 kHz. Esta transmissão também pode ser monitorada aqui no Brasil;
- A partir de 2017, a BBC de Londres irá aumentar suas emissões em ondas curtas, ao contrário do que havia ocorrendo nos últimos anos. A emissora abrirá novos serviços de radiodifusão para países da Ásia e África. Serão abertos os serviços em oromo, amárico, igbo, coreano, marathi, pidgin, punjabi, telugu, tigrina e yoruba.  

Fonte: Celio Romais

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Temer se irrita ao ser questionado sobre pacote anticorrupção

temer-e-zika
O presidente Michel Temer irritou-se ao ser questionado, nesta sexta-feira (2), sobre sua opinião em relação ao desfigurado pacote anticorrupção aprovado pela Câmara nesta semana.
Ao ser indagado após um pronunciamento sobre o Dia Nacional de Combate ao Mosquito, em Brasília, Temer se aborreceu.
“Estou falando de zika, por favor”, respondeu o presidente da República já se retirando do local preparado para o que deveria ser uma entrevista.
O texto aprovado pela Câmara dos Deputados deflagrou uma crise entre Legislativo, Ministério Público e Judiciário. Temer tem procurado evitar que a polêmica o envolva.
O presidente participou nesta manhã de uma videoconferência com os governadores do Rio Grande do Sul e de Roraima e representantes do Rio de Janeiro, Goiás e Rio Grande do Norte para discutir ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.
Ao mesmo tempo, 27 ministros, militares das Forças Armadas, agentes de saúde e de defesa civil, além de outras autoridades visitam diversas cidades em todas as regiões para conscientizar a população sobre o mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya.
O governo quer, a partir deste dia de mobilização, que todas as sextas-feiras sejam dedicadas para verificação de possíveis focos.
Num rápido pronunciamento, Temer convocou a população a se engajar.
“Convenhamos, é uma campanha importante e que não tem grandes dificuldades. Basta que cada criança da escola, cada adulto, chegando em casa ou no seu trabalho verifique se não há água empoçada”, afirmou.
Temer disse que, desde o ano passado, o número de casos de dengue reduziu em 5%. “Esperamos dizer, no ano que vem, quando insertarmos, empreendermos uma nova campanha, que este índice aumentou substancialmente”, declarou o presidente.
Este é o segundo Dia Nacional de Combate ao Mosquito deste ano. A primeira mobilização aconteceu em fevereiro, ainda no governo Dilma Rousseff.

Mudança na aposentadoria de políticos ainda é dúvida na reforma da Previdência

temer-e-biden
Proposta nas mãos de Temer estabelece para os parlamentares as mesmas regras dos demais trabalhadores, mas Planalto avalia se vale a pena manter mudanças
A aposentadoria dos políticos é o ponto ainda em aberto no texto final da reforma da Previdência. A proposta elaborada pela equipe técnica inclui os parlamentares entre os que vão ter de seguir as regras mais rígidas para se aposentar, como idade mínima e tempo de contribuição mais longo. No entanto, o presidente Michel Temer ainda não bateu o martelo se vale a pena manter essa proposta e comprar o desgaste político com o Congresso.
A dúvida no Planalto é que, ao tornar mais duras as regras de aposentadoria dos parlamentares, o governo compra uma briga exatamente com aqueles que precisam aprovar as mudanças. Por outro lado, seria uma sinalização muito ruim excluir da reforma deputados e senadores.
Mas Temer terá de resolver isso, assim como os últimos detalhes do projeto, rapidamente. A proposta será apresentada na segunda-feira às centrais sindicais e aos parlamentares da base aliada. Já está certo que os militares das Forças Armadas ficarão fora do alcance das mudanças nas regras da aposentadorias. A expectativa no Palácio do Planalto é que a proposta poderá ser encaminhada na semana que vem ao Congresso.
Faltando só a votação em segundo turno no Senado da PEC do Teto, o governo considera importante sinalizar o cumprimento do compromisso de apresentar a reforma antes da apreciação final do texto que cria um limite para as despesas. O entendimento é de que não pode haver vácuo entre as duas propostas, porque o funcionamento do teto depende do freio nos gastos com a Previdência.
A estratégia desenhada foi definir uma proposta robusta – de grande abrangência – que dê margem de gordura para negociação no Congresso. O texto final está com o presidente Temer, e o acesso é restrito a mais três pessoas.
A reforma que será enviada vai manter a espinha dorsal do que já foi anunciado pelo governo nos últimos meses, como a fixação de idade mínima de 65 anos para homens e mulheres e o aumento do tempo mínimo de contribuição de 15 anos para 25 anos (para receber a aposentadoria integral, serão necessários 50 anos de contribuição). As novas regras valerão para os trabalhadores que tenham idade inferior a 50 anos, para homens, e 45 para mulheres e professores. Para trabalhadores acima dessa idade, haverá um “pedágio” que aumentará em 50% o tempo restante para aposentadoria. As mudanças vão atingir trabalhadores da iniciativa privada e servidores do Executivo, Judiciário e Legislativo.
A campanha publicitária do governo para esclarecer a proposta de reforma da Previdência destacará que, se não houver mudanças urgentes, o sistema vai quebrar. Sob o slogan “Previdência. Reformar hoje para garantir o amanhã”, as peças começarão a ser veiculadas na TV, no rádio, nas redes sociais e na mídia impressa na próxima semana.
O Estado de S.Paulo Colaboração / ADRIANA FERNANDES, IDIANA TOMAZELLI, VERA ROSA E TÂNIA MONTEIRO

ALTO DO RODRIGUES RECEBE NESTA SEXTA FEIRA O CERTIFICADO DO SELO UNICEF

Resultado de imagem para abelardo e o selo unicef
O prefeito Abelardo Rodrigues Filho acompanhado por auxiliares do setor educacional, recebe nesta sexta feira em solenidade em Natal, o certificado do "Selo Unicef", conquistado mais uma vez pelo município que governará pela sexta oportunidade.

Temer não deve ir ao velório no estádio da Chapecoense por temor de vaias

temer

O Globo destaca que o presidente Michel Temer irá a Chapecó nesta sexta-feira, para prestar solidariedade após o acidente que matou 71 pessoas com a queda do avião da Chapecoense na última terça-feira. Entretanto, com receio de vaias, não deve ir para o estádio para o velório que está sendo organizado na Arena Condá.
A previsão é de que Temer fique no aeroporto da cidade, acompanhando a chegada dos corpos. A equipe do Palácio do Planalto que vai a destinos do presidente com antecedência chegou a Chapecó no começo da tarde desta quinta-feira. Pela manhã, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, reforçou o convite a Temer para que ele vá à cidade.
Temer deve ficar somente no aeroporto, acompanhando a chegada dos corpos, que virão em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Há receio de que Temer seja vaiado no campo de futebol. Nas duas últimas experiências do presidente em estádios, no Maracanã, houve vaias.

Trump nomeará general “Cachorro Louco” para Defesa

trump

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou nesta quinta-feira (1º) a nomeação, vazada horas antes pelos veículos de imprensa, do general reformado James Mattis, ex-chefe de operações no Oriente Médio, como novo secretário de Defesa. Mattis, apelidado de “Cachorro Louco”, é considerado um militar de mão pesada.
Foi um dos primeiros chegar ao Afeganistão após os atentados de 11 de setembro de 2001 em Washington, Nova York e Pensilvânia, e esteve no comando de uma das divisões que invadiram o Iraque em 2003. “Vamos nomear o ‘Cachorro Louco’ Mattis como nosso secretário de Defesa, mas não o anunciaremos até segunda-feira (5) , portanto, não falem para ninguém. O ‘Cachorro Louco’, é genial, ele é genial”, disse Trump em seu primeiro comício após a vitória eleitoral do dia 8 de novembro.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Diplomação: Assessoria disponibiliza conteúdo do discurso do prefeito eleito Gustavo Soares


Foto: Assessoria
Segue, abaixo, a íntegra do pronunciamento proferido pelo prefeito eleito de Assú, Gustavo Montenegro Soares (PR), remetido por sua assessoria, por ocasião da cerimônia oficial de diplomação, presidida pelo Juízo da 29ª Zona Eleitoral, ocorrida na manhã desta quinta-feira (1º), nas dependências do Plenário João Marcolino de Vasconcelos (Dr. Lou), da Câmara Municipal do Assú.

Senhoras e Senhores,
Vivemos aqui um momento especial de forte simbologia. O momento em que a Justiça Eleitoral, que realizou e presidiu as eleições do último dia 02 de outubro, que julgou e decidiu todo o processo eleitoral, confere àquele a quem o povo escolheu, o título de prefeito, vice-prefeito e vereadores eleitos do nosso município. 
É com o coração cheio de alegria e de agradecimento ao querido povo desta minha terra amada que eu recebo este título, uma grande honraria que vai me acompanhar pelo resto da vida. 
Mas é, também, com senso de responsabilidade, com humildade e pé no chão, como foi nossa campanha, que estou neste momento sendo diplomado pela nossa Justiça. 
Neste momento lembro-me das dificuldades que vivemos para chegar até aqui. Da luta para construir a vitória que resultou neste ato de hoje. No esforço para construir, junto com tantos companheiros, um projeto para o desenvolvimento de Assú. Projeto esse que conquistou as mentes e os corações da maioria dos assuenses. Projeto que vamos realizar, juntos, com foco, com a força que Deus haverá de nos dar. 
Assú é uma terra de povo generoso. Me deu uma bonita vitória mas que agora se traduz em desafio e oportunidade de realizar. Com gratidão no coração buscarei honrar cada morador da nossa cidade e continuar sendo motivo de orgulho para os que me confiaram o seu voto.
Gostaria de parabenizar a todos que fazem a Justiça Eleitoral pela condução das eleições, feita com isenção, organização e planejamento.
A eleição é a oportunidade das pessoas conhecerem melhor os candidatos e suas propostas. E de escolher o melhor através da soberania do voto livre, esse maravilho instrumento da democracia que iguala a todos, sem distinção, de classe, raça ou qualquer outra condição. 
Não é à toa que a nossa Constituição determina: Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos.
Meus amigos,
As eleições se encerraram, vamos governar para toda a população. Independente de cor partidária. 
Agradeço ao meu partido, o PR, que apostou no novo e me confiou tão importante missão, a de representá-lo nestas eleições.
Agradeço à nossa vice Sandra, companheira valorosa, dedicada, uma grande amiga que ganhei.
E dedico uma homenagem especial aos 11 partidos da nossa coligação. Obrigado a todos pela confiança. Estivemos unidos na campanha, construímos esta vitória e estaremos juntos na gestão.
Fica meu agradecimento especial à nossa militância e aos candidatos a vereador, que formaram um verdadeiro exército e enfrentaram todo tipo de dificuldade. Para nos encontrar com o povo, caminhamos em todas as comunidades, em todos os bairros, em todos os recantos de Assú.
Por isso, divido com toda a nossa coligação e à nossa militância este Diploma.
Nossa gestão será pautada nos valores da ética, da moral, do respeito e na austeridade na aplicação dos recursos públicos, sem perder a ousadia e a busca incessante por novas conquistas.
Preservaremos sempre os princípios mais importantes da vida e a fé em Deus.
Vamos assegurar cada vez mais espaço na gestão para a participação popular.
As boas intenções não bastam. Precisamos de resultados. Nossa equipe será a todo tempo avaliada pelo cumprimento do nosso plano de governo.
Não existirá espaço para a ineficiência nem para a falta de zelo com o dinheiro público. Não haverá tolerância para o malfeito.
Daremos muita atenção à saúde e à educação – que devem ser prioridades de todo o gestor. Mas também dedicarei todos os esforços para a geração de emprego e da infraestrutura da cidade, buscando chegar aonde ainda não se chegou, com dedicação de vida aos bairros mais carentes.
Em toda ação da prefeitura teremos um olhar especial e cuidadoso para as nossas crianças. Que de coração abraçaram nossa campanha e a quem devo muito. 
Parabenizo os vereadores eleitos, que estão sendo diplomados hoje. Desejo muito sucesso na condução dos trabalhos na Câmara.
Por fim, agradeço o apoio incondicional que recebi da minha família: minha mãe Rizza, meu pai Ronaldo, minhas filhas, minha irmã Luciana e ao meu querido irmão George, esse guerreiro forte, destemido, que ama esta cidade e esta região e que mora no coração de cada um dos que também amam a nossa terra.
E finalizo, senhoras e senhores, conclamando a todos para nos unir neste grande desafio que é assumir uma administração em momento de crise nacional, estadual e municipal. Tendo pela frente o enorme trabalho de arrumar a casa para poder realizar a obra administrativa a altura das expectativas. Realizar o governo que Assú espera, precisa e merece.
Que Deus nos abençoe.
Muito obrigado.

Acendeu o fogo da esperança na terra dos poetas

Estive na cidade de Assú na noite de segunda-feira (28), a convite do amigo Tailone Medeiros, o mesmo reuniu um interessante grupo de pessoas jovens dos mais diversos segmentos sociais  da terra dos poetas. Está se desenhando um novo grupo político independente dos que dominam tradicionalmente a política local.

Senti esperança, sonhos e vontade de se buscarem novos horizontes. Projetos existem e está ganhando corpo na liderança do jovem Tailone Medeiros, que já definiu  o PPS como partido político que aglutinará os emergentes  a este novo projeto político, que já estreará eleitoralmente em 2.018, com candidaturas a deputado estadual ou federal ou os dois.

Fonte: Carnaubaisparatodos

Metade dos que votaram pela urgência do pacote anticorrupção está na Lava Jato

Fernando Collor de Mello (PTC-AL) é um dos sete senadores investigados pela Lava Jato que pediram urgência na votação do pacote anticorrupção

Fernando Collor de Mello (PTC-AL) é um dos sete senadores investigados pela Lava Jato que pediram urgência na votação do pacote anticorrupção.

Metade dos senadores que patrocinaram a manobra para agilizar votação do pacote anticorrupção nesta quarta-feira (30) está na Lava Jato. Dos 14 senadores que votaram em favor da urgência, 7 são investigados pela operação. Dentre esses, a Polícia Federal pediu o arquivamento dos inquéritos de dois senadores do PT, mas o pedido ainda não foi respondido pelo Supremo.
O senador Roberto Requião (PMDB-PR), que votou a favor da urgência, não é investigado na Lava Jato, mas foi citado na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Na noite desta quarta, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), coordenou uma manobra para votar o pacote que veio da Câmara dos Deputados sem espaço para discussão nas comissões da Casa. O requerimento acabou derrotado em plenário.
Confira a lista dos senadores investigados na Lava Jato que votaram pela urgência da votação no Senado:
Valdir Raupp (PMDB-RO): Investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; PGR apresentou denúncia contra o senador em setembro
Ciro Nogueira (PP-PI): Investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; Cabe à PGR decidir se denuncia o senador
Fernando Collor (PTC-AL): Investigado por corrupção passiva e desvio de dinheiro; PGR apresentou denúncia contra o senador em 2015
Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE): Investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; PGR apresentou denúncia contra o senador em outubro
Benedito de Lira (PP-AL): Investigado por corrupção e lavagem de dinheiro; PGR apresentou denúncia contra o senador em 2015
Humberto Costa (PT-PE): Investigado por corrupção; Polícia Federal pediu arquivamento do inquérito por falta de provas em agosto
Lindbergh Farias (PT-RJ): Investigado por corrupção e lavagem de dinheiro; Polícia Federal pediu arquivamento do inquérito por falta de provas em novembro
Roberto Requião (PMDB-PR)*: Senador não é investigado na Lava Jato, mas é citado na delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, por ter recebido vantagem indevida.
UOL NOTICIAS

O projeto era contra a corrupção e virou a favor da corrupção, diz Jabor

Arnaldo Jabor comenta projeto das medidas anticorrupção.

 Leia abaixo a íntegra do comentário de Arnaldo Jabor:
“Ontem acordamos com a pavorosa tragédia do avião que caiu. Os brasileiros sentiram essa dor terrível e viram aflitos os detalhes do desastre. Todos choraram diante da frieza da morte, todos exclamamos: santo Deus, que horror. No entanto, 331 deputados suspiraram aliviados: “Oba! Esta tragédia veio mesmo a calhar. Todo mundo só presta atenção na catástrofe. Ótimo, podemos votar na moita”.
E foram noite a dentro. No escurinho, desfiguraram tudo. Entre outros absurdos querem que juízes e procuradores entrem em cana se os deputados acharem que eles abusam da autoridade.
O que é isso? O Legislativo, querendo mandar no Judiciário? É estranho que Rodrigo Maia só tenha começado a votação às 9h da noite. Por quê? Também o Temer falou que veta anistia.
Sim, mas será um acordo para que Temer vete a anistia e permita o resto?
É um crime o projeto de dois milhões e meio de assinaturas virar ao avesso. E o Maia declarou que o Legislativo não pode sofrer pressão popular. Isso é que é abuso de autoridade.
Esse desastre é grave não só pela vergonha, mas porque desestabiliza as bases da democracia.
Renan insinuou que a Lava Jato é fascismo. E ele é democrata? Renan tem pressa em votar esse absurdo no Senado porque ainda vão ser analisados os 12 inquéritos contra ele. É isso: O projeto era contra a corrupção e virou a favor da corrupção. Isso vai ficar assim?"

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Senado vota a PEC 55, que congela gastos sociais

Texto aprovado pela Câmara, que limita os gastos da União por 20 anos, deve ser aprovado pelos senadores nesta terça-feira 29
Lula Marques / AGPT
Jucá e Temer
Jucá em reunião com Temer em junho: ele foi obrigado a deixar o ministério

Principal proposta do governo de Michel Temer, a PEC 55, que tramitou na Câmara como PEC 241 e que pode congelar gastos em áreas estratégicas como saúde e educação, será votada em primeiro turno no Senado nesta terça-feira 29. A sessão deliberativa está marcada para 14 horas e a expectativa é de que o projeto passe com facilidade.
PEC 241/55 é vendida pelo Palácio do Planalto como a solução para o suposto descontrole nas contas públicas e como fórmula para dar à iniciativa privada confiança para investir no Brasil, reativando a economia. Na prática, a PEC coloca um limite para os gastos da União pelas próximas duas décadas, institucionalizando um ajuste fiscal permanente.
A oposição ao governo Temer e inúmeros especialistas apontam que a PEC trará efeitos negativos ao País, no entanto. A PEC não reduz gastos de imediato, mas limita o aumento dos gastos públicos no futuro, que não poderão crescer acima da inflação acumulada no ano anterior. Como o Produto Interno Bruto voltará a crescer em algum momento, com o limite de gastos, o Estado se contrairá. A PEC, assim, ignora uma eventual melhora da situação econômica do País.
Além disso, investimentos públicos essenciais e estratégicos, como em saúdeeducação e assistência social, sofrerão um grande impacto. Isso ocorrerá pois atualmente essas áreas já precisariam de mais investimento. Sob o novo regime, terão ainda menor possibilidade de serem incrementadas, o que afetará de forma desproporcional as populações mais vulneráveis.
A PEC 241/55 já passou pela Câmara dos Deputados e, para ser aprovada no Senado, precisa ser também votada em dois turnos, obtendo em cada um deles o apoio de pelo menos 49 dos 81 senadores. De acordo com o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PDMB-RR), a expectativa é que o texto seja aprovado com mais de 60 votos. A votação em segundo turno está marcada para 13 de dezembro.
Fonte: CartaCapital

Câmara vai comprar 63 toneladas de café

cafe

Enquanto discutia a proposta que cria o limite de gastos públicos, a Câmara abriu os cofres públicos para comprar 63 toneladas de “café em pó categoria superior”, para servir suas excelências pelo período de 12 meses. A Câmara gastará R$ 689,22 mil com a compra. Para a aquisição do café foi realizada uma licitação, em 10 de outubro de 2010, já sob o comando do presidente tampão da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-DF). A empresa vencedora do certame é a Fino Sabor Indústria e Comércio.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Situação da Barragem em São Rafael - RN

Veja mais fotos AQUI

Auxílio-moradia já nos custou R$ 1 bilhão este ano


dinheiro_fabrica

Os brasileiros já pagaram este ano, até agora, mais de R$ 1 bilhão (exatos R$ 1.011.126.748,24) a título de “auxílio moradia” a promotores, procuradores, juízes, parlamentares e servidores do Itamaraty: O valor, apurado em 18 de novembro, supera os R$ 900 milhões gastos no ano passado. Só no âmbito do Ministério da Fazenda, o “auxílio moradia” retirado dos impostos pagos pelos cidadãos consumiu R$ 281 milhões.
Cláudio Humberto


Mais gente pagou pelo sítio que “não é” do Lula


sitio_lula

O Estado de S.Paulo revelou que Um novo laudo da Polícia Federal indica que o Grupo Bertin também participou e custeou as obras do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), que a Operação Lava Jato afirma pertencer ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista nega. A propriedade teria sido reformada por acusados de corrupção na Petrobrás, entre eles as empreiteiras Odebrecht, OAS e o pecuarista José Carlos Bumlai – que tem negócios com a família Bertin.
A descoberta decorre da análise da movimentação bancária e dos e-mails do arquiteto Igenes dos Santos Irigaray Neto, que prestava serviços para as usinas do Grupo São Fernando, de Bumlai. Ele já admitiu ter realizado serviços no projeto da reforma do sítio, a pedido da família do amigo pecuarista de Lula – que foi preso pela Lava Jato, em novembro de 2015 e condenado a 9 anos de prisão, em setembro, pelo juiz federal Sérgio Moro.

Acidente com avião da Chapecoense tem 25 mortos; buscas são suspensas

Resultado de imagem para avião cai mata chapecoense

Ao menos 25 pessoas morreram após a queda do avião que transportava a equipe do Chapecoense, afirma o prefeito de Médelin, Frederico Gutierrez. A identidade das vítimas não foi confirmada, segundo o G1. De acordo com a 360 Radio Colombia, as buscas foram suspensas na região por causa da chuva. A informação foi repassada pelo General José Acevedo Ossa.

Segundo comunicado de imprensa publicado pelo aeroporto José Maria Córdova, de Rionegro, na Colômbia, ao menos seis pessoas morreram. A aeronave apresentou falhas elétricas. O avião transportava 72 passageiros e 9 funcionários de bordo. O clube viajava de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, para Medellín, onde disputaria a final da Sul-americana. A Conmebol adiou definitivamente a final.
Ainda segundo o comunicado, equipes de Bombeiros, da Polícia, da Prefeitura de Rionegro continuam as buscas por vítimas. De acordo com informações do jornal Zero Hora, o ex-lateral Alan Ruschel, do Internacional, é um dos sobreviventes. Ele está ferido e foi levado para o hospital de La Cepa. Os goleiros Danilo e Follmann também foram resgatados com vida. Uma comissária de bordo também teria sobrevivido ao acidente.
Confira a lista de jogadores que estavam no avião
Atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.
Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel, Matheus Biteco, Cleber Santana e Arthur Maia.
Defensores: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto.
Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo.
Goleiros: Danilo e Follmann.

Registro com alegria no niver do nobre amigo Wanderley Mendes, felicidades mil parceiro, hoje e sempre!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Segurança para Moro moro

moro_entrevista

O juiz Sérgio Moro, que antes recusava seguranças, cedeu. Agora conta com serviços de sete vigilantes durante as 24 horas. São quatro policiais federais e três agentes da própria Justiça Federal. Num país de bandidos, o melhor mesmo é se prevenir.

MP considera entrevista de Temer um desastre

temer

Parte do Ministério Público considerou a entrevista de Temer um desastre, revela Natuza Nery, hoje na coluna da Folha de S.Paulo. Segundo a colunista, a avaliação é que o presidente admitiu ter cometido advocacia administrativa.
Essa percepção, – continua a colunista – indica o risco de Temer se tornar, ao lado do ex-ministro Geddel Vieira Lima, alvo de um pedido de investigação ao Supremo.
Enquanto isso, o Plano de caciques do Congresso é votar as dez medidas anticorrupção mais ou menos do jeito que estão e aprovar o crime de responsabilidade para juízes e procuradores na lei do abuso de autoridade que tramita no Senado.

TCU eleva valor mínimo para abertura de processo contra agentes públicos

O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou o aumento do valor mínimo para a instauração de processo de tomada de contas especial contra administradores que lesam os cofres públicos. Após discutir a conveniência de aumentar dos atuais R$ 75 mil para R$ 150 mil o montante mínimo, os ministros acataram uma proposta conciliatória, estipulando em R$ 100 mil o novo piso.

A alteração do valor mínimo para apresentação de futuros processos foi aprovada na reunião da última quarta-feira (23), mas o acórdão foi divulgado no fim de semana. Também foram aprovados novos prazos máximos para a instauração da tomada de contas especial, conforme constará de uma nova instrução normativa ainda a ser publicada.

Registro com alegria o niver da amiga e colaboradora Valdélia Lacerda, felicidades mil! Você merece tudo de bom na sua vida, hoje e sempre.

domingo, 27 de novembro de 2016

ATENÇÃO!! PROMOÇÃO DE FIM DE ANO NO ASSUNET


Faça sua adesão no ASSUNET de 01 Novembro a 30 de Dezembro, sem TAXA DE ADESÃO, SEM TAXA DE INSTALAÇÃO* e pague apenas R$ 25,00 /mensalidade, no pacote de 2Mega, durante 90 DIAS!!!

sábado, 26 de novembro de 2016

Fidel Castro, ex-presidente de Cuba, morre aos 90 anos

Raúl Castro fez anúncio oficial na TV estatal cubana esta noite.
Líder da Revolução Cubana foi figura internacional polêmica por décadas.

Fidel Castro foi um dos personagens da política internacional durante mais de seis décadas  (Foto: Adalberto Roque/AFP)
O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, morreu à 1h29 (hora de Brasília) deste sábado (26), aos 90 anos, na capital Havana. A informação foi divulgada pelo seu irmão Raúl Castro em pronunciamento na TV estatal cubana.
"Com profunda dor compareço para informar ao nosso povo, aos amigos da nossa América e do mundo que hoje, 25 de novembro do 2016, às 22h29, faleceu o comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruz", disse Raúl Castro.
Raúl disse disse que o corpo de Fidel Castro será cremado. Informações sobre o funeral serão divulgadas em breve.
Últimas imagens
As últimas imagens de Fidel Castro são do dia 15, quando recebeu em sua residência o presidente do Vietnã, Tran Dai Quang.
Antes, ele foi visto em um ato público foi no dia 13 de agosto, na comemoração de seu 90º aniversário. A festa reuniu mais de 100 mil pessoas. Na época, Fidel apresentou um semblante frágil, vestido com um moletom branco e acompanhado pelo seu irmão Raúl e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.
Do G1, em São Paulo
Fidel Castro foi um dos personagens da política internacional durante mais de seis décadas (Foto: Adalberto Roque/AFP)

Manobra de Jucá faz Senado liberar repatriação para parentes de políticos

Oposição caiu na "pegadinha" do líder do governo e aprovou texto que autoriza familiares a limparem dinheiro não declarado guardado no exterior

Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Romero Jucá
Jucá: "vale o que está escrito"

Na noite de quarta-feira 23, enquanto a Câmara discutia a possibilidade de anistiar o caixa dois, o Senado debatia a abertura de um novo prazo para a repatriação de recursos depositados no exterior não declarados à Receita Federal.
O projeto, de autoria de Romero Jucá (PMDB-RR), foi aprovado, por 47 votos a 11, no que parecia ser uma derrota do senador. Jucá desejava estender a adesão ao programa a familiares de políticos, mas os trechos que explicitavam esse mecanismo acabaram suprimidos por exigência da oposição.
Nesta quinta-feira 24, a oposição percebeu que tinha caído em uma armação do senador. O novo texto, na realidade, deixa aberta a possibilidade de parentes de políticos legalizarem recursos não declarados no exterior, eventualmente até mesmo dinheiro proveniente de corrupção.
Em retrospecto, é fácil entender a jogada de Jucá. O projeto de lei em discussão no Senado altera a lei 13.254, aprovado em janeiro e sancionada por Dilma Rousseff. O artigo 11 da lei é explícito em proibir a adesão de parentes ao programa de repatriação.
"Os efeitos desta Lei não serão aplicados aos detentores de cargos, empregos e funções públicas de direção ou eletivas, nem ao respectivo cônjuge e aos parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, na data de publicação desta Lei."
No projeto substitutivo apresentado por Jucá, o artigo 11 é alterado. A cabeça do artigo afirma que políticos em cargos eletivos não podem aderir ao programa e os parágrafos 1º e 2º, como mostra a imagem abaixo, explicitam os mecanismos que seriam usados pelos parentes dos políticos para entrar no programa de repatriação.
Jucaaa
Durante os debates na quinta-feira, Jucá cedeu à pressão da oposição e removeu os dois parágrafos, apelidados de "Emenda Claudia Cruz", em alusão à mulher do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A remoção fez com que a aprovação do texto fosse noticiada como uma derrota de Jucá.
Ocorre que a remoção dos parágrafos manteve a nova versão da abertura do artigo 11, que deixou de ter a ressalva proibindo que "cônjuge e parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção" participassem da repatriação.
Assim, sem a menção explícita à proibição, os familiares dos políticos poderiam entrar no programa. Nesta quinta-feira 24, Jucá se mostrou satisfeito. “Nós atendemos a oposição e retiramos os dois parágrafos pedidos. Mas o que está escrito está escrito”, afirmou Jucá ao jornal Valor Econômico, "com ironia", segundo a publicação.
Ex-líder dos governos FHC, Lula e Dilma Rousseff, Jucá é considerado um dos políticos mais "hábeis" de Brasília. Conseguiu passar incólume por várias situações constrangedoras, como uma que ocorreu durante as eleições de 2010.
Em outubro daquele ano, um empresário que havia acabado de deixar o escritório de Jucá em Boa Vista (RR) jogou pela janela de seu carro uma mala com 100 mil reais quando percebeu que estava sendo perseguido pela Polícia Federal. Jucá negou envolvimento no caso.
Neste ano, o senador teve menos sorte. Nomeado ministro do Planejamento por Michel Temer após a derrubada de Dilma Rousseff, Jucá ficou menos de duas semanas no cargo. Caiu após a divulgação do áudio em que afirmava que o impeachment seria parte de estratégia para conter a Operação Lava Jato. O ostracismo durou pouco. No último dia 17, foi oficializado como líder do governo Temer.
Diante da "pegadinha", a oposição vai recorrer à Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado. Antes de ir à sanção de Temer, o projeto ainda precisa passar pela Câmara.
Fonte: CartaCapital