#magnomarquesdecarnaubais

#magnomarquesdecarnaubais
Loading...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

O Museu Zulmira está preparado pra te receber

  
 Créditos do blog Toni Martins
A  Secretaria de Educação e Cultura do governo "Mais Desenvolvimento" vem desenvolvendo uma série de melhorias no Museu Zulmira Bezerra de Siqueira, dentre elas pintura e instalação de Wi-Fi livre, deixando assim os visitantes ligados na rede mundial de computadores.

O Museu deverá receber muitas visitas neste final de semana, pois será feito lá na cidade histórica o I Tributo a Chiquinho Domingos, um ícone da nossa música.

A Cidade Histórica  também vem ganhado atenção especial do Prefeito Júnior Benevides, pois receberá este grande evento e seu ilustres filhos com certeza vão lembrar do tempo em que ainda usavam calças curtas. Muitas emoções para este dia 25 de julho.

Mais de 80 participantes na oficina de Mossoró, RN

A passagem do Envolva-se pelo Rio Grande do Norte foi emocionante. Mais de 80 pessoas acompanharam histórias de engajamento social e de superação de cidadãos de Mossoró e região. O evento foi realizado nesta segunda-feira, dia 22 de julho, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Mossoró.

mossoro todos
Fotos: Dedê Studio - Gildenor Rodrigues.

“O projeto Envolva-se foi muito importante, pois permitiu que eu conhecesse iniciativas de cidades vizinhas como o projeto Abelhar da cidade de Felipe Guerra, que busca o desenvolvimento da criança e do adolescente por meio da arte. Fiquei emocionada com o trabalho que eles realizam. Além disso, o evento nos proporcionou adquirir novos conhecimentos como o uso da comunicação para a cidadania. Fiquei encantada com a possibilidade do uso do rádio. De perceber que é possível se utilizar das ferramentas de comunicação, a partir da organização dos cidadãos, para apontar os problemas e as soluções em nossas comunidades”, afirmou Francinete Ferreira, de Carnaubais, agente comunitário de saúde que também participou do programa Petrobras da Agenda 21 realizado na sua cidade.

DED_7398ph
Thiago Cavalcanti

Thiago Cavalcanti, estudante de Direito e vereador da cidade de Carnaubais, captou muito bem o objetivo do projeto: “As pessoas têm sempre o hábito de achar um culpado para os problemas na sociedade. Elas reclamam da família, da escola, do governo, mas muitas vezes não percebem que elas fazem parte de tudo o que acontece. O Envolva-se já faz um convite aos cidadãos brasileiros. Ele faz com que as pessoas percebam que elas são agentes de transformação e podem mudar a realidade da sua casa, do seu bairro e cidade”, explica Thiago.

ph

Em breve, aqui no site, acompanhe alguns programas de rádio e as histórias de vida que construíram a oficina do Envolva-se em Mossoró, RN.A próxima parada dessa oficina dinâmica que fala sobre cidadania e comunicação comunitária é em Fortaleza, CE, no dia 24 de julho.



Campos: "Suassuna é um tio, um avô, um pai, um amigo"

Candidato do PSB lamentou a morte do escritor, que conhece desde garoto. Ariano foi secretário de cultura de PE em sua gestão e também na de seu avô, Miguel Arraes

eduardo-campos-e-ariano-suassuna
O escritor Ariano Suassuna e Eduardo Campos, em foto postada na página oficial do Facebook da candidato do PSB

Entre 1994 e 1998, Suassuna foi secretário estadual de Cultura de Pernambuco durante a gestão de Miguel Arraes, cargo que voltou a ocupar quando o neto deste, Eduardo Campos, era governador, em 2007. O escritor chegou a ajudar na elaboração do programa de governo nas áreas de cultura e educação da campanha de Campos. O candidato do PSB lamentou a morte do escritor Ariano Suassuna a um grupo de jornalistas que o acompanhava no momento da divulgação, no final da tarde desta quarta-feira:
"O Brasil perde a maior expressão da cultura popular. Nós perdemos um amigo, um conselheiro, uma referência de toda vida, mas Ariano deixa um exemplo de dignidade que todos nós brasileiros devemos seguir. [Um exemplo] de amor ao povo, de amor ao Brasil, de amor à ética. Viva Ariano Suassuna e seu amor a vida. 

Ele era um exemplo de humanidade e de compreensão, que formou muitas pessoas. Também foi um grande professor não só na universidade, mas na vida. E eu tive o privilégio de ser aluno dele.
Ariano é um tio, um avô, um pai, um amigo, um companheiro, uma referência, uma lacuna muito grande. Eu cheguei esta manhã a me despedir dele, agradecendo tudo o que ele fez por muitas gerações, por muitas pessoas, e sobretudo pela cultura brasileira. 

Hoje é o dia de aplaudir uma vida tão bela como a de Ariano. Sua vida foi tão bela quanto suas obras. E eu tive o privilégio de conhecer as obras e a vida desse grande homem, Ariano Suassuna. A  saudade é enorme..."
Aqui o áudio divulgado pela campanha

Ariano Suassuna morre no Recife aos 87 anos

Autor de "Auto da Compadecida" faleceu nesta quarta-feira em Recife. Suassuna era um dos nomes mais importantes da cultura nacional 
ariano-suassuna-morre-no-recife
Autor de "Auto Compadecida" faleceu aos 87 anos
Construir uma arte erudita a partir dos elementos tradicionais da cultura nordestina é o maior legado que deixa Ariano Suassuna e seu movimento armorial. O escritor faleceu nesta quarta-feira, 23, no Recife, após sofrer um acidente vascular cerebral hemorrágico aos 87 anos.

Desenvolvido pelo escritor nos anos 1970, o movimento valoriza o que há de mais marcante nas manifestações populares do Nordeste, como a literatura de cordel, a xilogravura, o canto com rabeca, o teatro de mamulengo e o bumba-meu-boi para encontrar o cerne do que há de mais brasileiro.

É dessa forma que se constroem suas obras cênicas, traço mais conhecido de sua obra, graças talvez à adaptação para a televisão. Mesclam sua origem na literatura oral, nos romances recitados, coloquiais, com o teatro clássico europeu em que Suassuna vai beber. Aqui, também, o erudito encontra o popular.
Se a galhofa é a marca desses personagens dos palcos, a poesia fortemente simbólica e intimista coloca-se diante de mistérios da existência e da finitude da vida com igual densidade.

Nascido em junho de 1927, o ocupante da cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras era filho de um ex-governador da Paraíba assassinado durante a revolução de 1930 por motivos políticos.

Em 1943, fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco ao lado de Hermilo Borba Filho e, 1947, escreve sua primeira peça, Uma Mulher Vestida de Sol. Em meados dos anos 1950, dedica-se ao direito sem, contudo, abandonar o teatro. É neste momento que escreve o texto mais popular do teatro brasileiro moderno: O Auto da Compadecida.

Ex-professor de Estética da Universidade Federal de Pernambuco, foi também membro-fundador do Conselho Federal de Cultura. Nessa toada, na ficção, escreveu o consagrado Romance d’A Predra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta e História d’O Rei Degolado nas Caatingas do Sertão / Ao Sol da Onça Caetana. As obras, em sua definição, são o melhor exemplo do romance armorial-popular brasileiro.

Onde se passa a cavalgada de a Pedra do Reino, Suassuna construiu, em São José do Belmonte (PE), construiu um santuário ao ar livre composto por 16 esculturas de pedra, com 3,50 metros cada uma, que representam o sagrado e o profano.

Sobre a vida na política - foi convidado a participar como vice de Lula em 1989 - afirmou em entrevista a Carta na Escola, de CartaCapital: “Eu jamais faria essa loucura, está certo? (risos) Eu não tenho competência nenhuma para ser nem presidente, nem ministro, mas tenho a convicção absoluta de que o problema fundamental, antes do educacional, é o da fome”.

Entre 1994 e 1998, Suassuna foi secretário estadual de Cultura de Pernambuco durante a gestão de Miguel Arraes, cargo que voltou a ocupar quando o neto deste, Eduardo Campos, era governador, em 2007. Agora, que ele concorre à presidência, Suassuna ajudou na elaboração do programa de governo nas áreas de cultura e educação da campanha de Campos, apoiando sua candidatura.


As leituras que fez quando menino de Euclides da Cunha marcaram mais que sua obra, mas também sua obra de ver o mundo até os últimos dias. Canudos de Os Sertôes, ele dizia, seguia repetindo-se à exaustão no Brasil que vivemos hoje. “A mesma dilaceração que havia em Canudos há na cidade, entre nós e a favela. Veja bem, eu não idealizo o povo brasileiro. Em Canudos havia ladrões de cavalo, assassinos, do jeito que hoje na favela tem traficante, bandido. Mas a maioria da população, em ambos os casos, é ordeira e trabalhadora. Quando vejo a polícia cercando as favelas, vejo o povo real de Canudos.”

Medalhas nos JUVERNs

 Nos dias 19 e 20 de Julho de 2014, a equipe de Atletismo da Cidade de Carnaubais-RN, participaram dos JUVERN's 2014. A seletiva foi Cidade de Natal e nossos garotos participaram com grande galhardia e grande êxito na competição. Os atletas Jefferson Deylane Costa dos Santos conquistou o segundo lugar na prova HEXATLO e Talisson Venicius ficou em terceiro lugar em SALTO em DISTÂNCIA, Valeria Emily Dantas Cabral ficou na quarta colocação, Kelly RoanaValdenice ViviaIngrid Suzana, Jeisse Costa, Natan Oliveira,Anderson Gomes Almeida, Cleiton Carlos, Edson Valentim, obtivemos ótimas colocações. Os atletas estão todos de parabéns.



quarta-feira, 23 de julho de 2014

PREFEITURA DE ALTO DO RODRIGUES AUMENTA A FROTA COM MAIS DOIS NOVOS VEÍCULOS





Na manhã de hoje, quarta-feira (23), foi entregue as Secretaria de Educação e de Saúde da Prefeitura de Alto do Rodrigues duas Chevrolet Spin LTZ (7 lugares). 
Os dois veículo é destinado ao transporte da Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Saúde tanto das famílias que são atendidas pela pasta, quanto para os funcionários.
Um dos veículos já era aguardado pela secretária de Educação Irani Cunha que bem antes já havia nos informado a respeito da nova viatura que irá somar ainda mais a  secretaria.
O outro veículo também soma ainda mais com a secretaria municipal de Saúde visto que a poucos dias a mesma secretaria recebeu um veículo tipo L-200 que irá atender as famílias dos distritos de Listrada e Barrocas.


Os veículos  tem 07 lugares e segundo o secretário Francisco Diassis (Diá),  da Secretaria de Obras e também de Transportes, o serviço deve estar disponível o mais rápido possível. “Recebemos hoje o veículo, agora temos que cuidar do seguro, do licenciamento e do emplacamento. Assim que esta parte burocrática estiver concluída o carros já começará a circular”, explicou.

Fonte: Folha do Alto

Governo Mais Desenvolvimento segue a todo vapor!




Obras do galpão da feira livre serão concluídas até o final do mês garante o prefeito Junior Benevides em recente entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Princesa do Vale. A empresa que está edificando é a Ciclo Empreendimentos através de licitação convite 034/2014 e vai custar aos cofres públicos a cifra de R$ 97.950,02 (noventa e sete mil, novecentos de cinquenta reais e dois centavos)

ANS proíbe venda de planos de seis operadoras de planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu ontem (22) a venda de planos de saúde de seis operadoras. A resolução que proíbe as operadoras Medline Assistência Médica, Ameno Assistência Médica, Instituto Português Brasileiro de Assistência, Odontobet, Centro Popular Pró Melhoramento de Bom Jesus e a Sociedade Médica de Pirapora de vender planos de saúde e produtos foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União.

Confira as notícias do Portal EBC

A ANS também prevê a alienação da carteira de beneficiários de cada uma das operadoras no prazo de até 30 dias depois do recebimento de intimação emitida pela agência. Para a decisão, a ANS considerou "o indeferimento da autorização de funcionamento e/ou as anormalidades econômico-financeiras, assistenciais e administrativas graves das operadoras".

A medida é diferente da suspensão periódica da venda de planos de saúde, na qual a comercialização de produtos de determinadas operadoras por três meses, ou até que se corrijam as falhas apontadas pelos consumidores nas reclamações.

No caso dessas seis operadoras, a venda de todos os planos por elas comercializados fica definitivamente proibida, já que a punição é decorrente do descumprimento das exigências regulatórias para a obtenção de registro definitivo e autorização de funcionamento. Proibir a venda dos planos é o primeiro passo para a extinção da empresa, que passará todos os seus beneficiários para outras operadoras interessadas.

"Tais operadoras de planos de saúde precisam ser retiradas de forma ordenada do mercado por não cumprirem os mínimos requisitos regulatórios, entre outros, itens documentais e garantias de manutenção do equilíbrio econômico-financeiro", diz, em nota, a ANS

Piora estado de saúde de Ariano Suassuna e situação é instável


 O escritor Ariano Suassuna comanda uma aula-espetáculo no Teatro de Santa Isabel, em Recife Roberta Guimarães/UOL
O escritor Ariano Suassuna, autor de livros como "O Auto da Compadecida" e "O Santo e a Porca", teve piora em seu estado de saúde. Segundo boletim médico divulgado às 20h pelo Real Hospital Português de Recife, onde ele está internado na UTI Neurológica, a situação é instável e ele apresenta queda da pressão arterial e pressão intracraniana muito elevada. Suassuna segue em coma e respira com a ajuda de aparelhos.
O escritor de 87 anos sofreu um AVC hemorrágico na segunda-feira e foi submetido a uma cirurgia neurológica às pressas. Suassuna deu entrada na instituição às 20h de segunda com sangramento no cérebro e foi atendido também pelo médico da família que o acompanha há anos.

Em agosto do ano passado, o escritor sofreu um infarto agudo do miocárdio e semanas depois foi internado com um quadro de aneurisma cerebral.

Histórico

Teatrólogo e romancista, Ariano Vilar Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa, capital da Paraíba, mas mudou-se para Recife em 1942. Formado em direito e em filosofia, publicou sua primeira peça teatral, "Uma Mulher Vestido de Sol", aos 20 anos.

Entre 1952 e 1956, Suassuna dedicou-se à advocacia, sem abandonar a atividade teatral. São desta época "O Castigo da Soberba" (1953), "O Rico Avarento" (1954) e "O Auto da Compadecida" (1955), peça que o projetou em todo o país e que seria considerada, em 1962, por Sábato Magaldi "o texto mais popular do moderno teatro brasileiro".

Membro da ABL (Academia Brasileira de Letras) desde 1989 como sexto ocupante da cadeira nº 32 e doutor honoris causa da Faculdade Federal do Rio Grande do Norte, Ariano é fundador do Teatro Popular do Nordeste e do Movimento de Cultura Popular, além de idealizador do Movimento Armorial. Ele exerceu, entre outros cargos públicos, o de secretário de Cultura de Pernambuco, durante o terceiro governo de Miguel Arraes.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Carnaubais sediará encontro de cultura

O secretario de Educação e Cultura, professor Nicolau Cavalcante, juntamente com os coordenadores Antonio Costa e Lurdes Lopes, estiveram reunidos com Flávio Felipe, da ONG Terra Mar, para elaborarem o Sistema Municipal de Cultura. Para isto devemos articular os grupos de artistas,  vereadores, poderes, municipais estaduais e federal.
Este encontro acontecerá no dia 26 de Julho de 2014, às 13:00h, no  Auditório Graça Melo ( SEMTHAS) e contará com  a participação do representante do Ministério da Cultura, José Gilson Matias Barros.
Grupos culturais de Carnaubais e Porto do Mangue farão  apresentações.
O encontro tem articulação da Secretaria de Educação e Cultura e e ONG Terra Mar.
Fonte: Sec. Educação

Francielda Amorim assume cargo de enfermeira chefe no HMACSL


Registro: A jovem Francielda Amorim Amorim agora faz parte do Governo Mais Desenvolvimento, ela passou a ocupar o cargo de enfermeira chefe do Hospital Maternidade Amigo da Criança Santa Luzia.

A invação dos espaços públicos por comerciantes coloca em risco a vida dos pedestres



Os espaços públicos como calçadas e calçadões não podem ser invadidos com mesas de bares, restaurantes, camelôs e similares, isso deixa o ambiente urbanisticamente horrível sem falar do impedimento do ir e vir do pedestre que é obrigado a descer a calçada colocando em risco a sua vida ao dividir espaço com veículos. 

Aqui em Carnaubais essa prática vem sendo usada por alguns comerciantes que só pensam em si, o que é lamentável.

O cigarro no mundo: Na desigual geografia do vício, onde se fuma mais hoje é nos países pobres

Cigarro
Fumantes homens perdem 12 anos de vida. Mulheres, 10
Na primeira metade do século XX, o cigarro virou epidemia masculina. Nas décadas que se seguiram à Segunda Guerra Mundial, perto de 80% dos homens haviam fumado em algum momento da vida adulta.

Desde então, a prevalência começou a cair nos países de língua inglesa e no Norte da Europa. Como consequência, a partir dos últimos 20 anos do século passado as mortes causadas pelo cigarro entraram em declínio, também na América Latina, Europa Central e Sul da Europa.

O pico da mortalidade feminina aconteceu mais tarde, porque as mulheres começaram a fumar em massa só a partir do anos 1960. A redução da prevalência entre elas ocorrida nas últimas décadas nos países de língua inglesa, Europa do Norte e Brasil começa a diminuir o número de mortes.

Com as medidas restritivas adotadas nos países industrializados e naqueles de renda média, a indústria passou a investir na Ásia, África e Oriente Médio, países populosos em que a legislação mais frouxa permite a publicidade e a presença do cigarro em toda parte.

Entre mais de 1 bilhão de fumantes espalhados pelo mundo, a maioria vive hoje em países pobres ou de renda média.

A prevalência caiu para menos de 20% na Austrália, Canadá, Brasil, Estados Unidos e Europa do Norte, mas ficou estabilizada em níveis ao redor de 60% nos lestes europeu e asiático.
A prevalência entre as mulheres ainda se mantém ao redor de 40% em algumas partes da Europa. Na África abaixo do Deserto do Saara, os níveis são relativamente mais baixos, e o consumo de cigarros por fumante é menor do que nas Américas, Europa e Ásia.

Ao lado dessas desigualdades na prevalência mundial, ocorreram mudanças nos tipos de cigarros consumidos, em resposta ao marketing criminoso da indústria, armado para dar ao fumante a sensação de que os cigarros “light” ou com baixos teores de alcatrão seriam mais seguros.

Entre outros estudos, uma revisão do Department of Health and Human Services dos Estados Unidos, publicada em 2010, afirmou categoricamente: “Cinco décadas de alterações no design dos cigarros não reduziram o risco de doenças entre os fumantes”.

Fumantes ativos e passivos são responsáveis por 6,3% das enfermidades que afligem a humanidade e sobrecarregam os sistemas de saúde, a maioria delas em países pobres ou de renda média. O fumo mata 6,3 milhões de pessoas por ano. As estimativas são de que durante o século XXI ele causará 1 bilhão de mortes.

Nesse panorama trágico, a situação brasileira não é das piores. A cada novo inquérito cai o número de fumantes em nosso país. Os mais recentes mostram que 15% a 17% dos brasileiros com mais de 15 anos fumam. Fumamos menos do que os americanos, alemães, italianos, franceses, dinamarqueses ou holandeses. Na Europa, apenas os suecos fumam menos do que nós: 12%.

Mulheres fumantes perdem, em média, 10 anos de vida, e os homens morrem 12 anos mais cedo.

O patrimônio incerto dos candidatos

Em Figueirópolis D`Oeste, interior do Mato Grosso, mora o candidato mais rico das eleições deste ano. Na região rural do município de quase quatro mil habitantes, é dono da chácara Dois Irmãos, avaliada em um bilhão de reais, e do sítio Boa União, este de 900 milhões.

Também tem dois touros, 55 bezerras, quarenta e cinco vacas e mais algumas dezenas de animais, além de cento e cinquenta reais em espécie. No total, um patrimônio de 1,95 bilhão de reais.
Candidato a deputado estadual pelo PP, Layr Mota tinha 1,52 milhão de reais quando disputou uma eleição a vice-prefeito em 2008. Ou seja, aumentou seu patrimônio mais de mil vezes em seis anos. Desta forma, seus bens publicados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que ele é o mais abastado entre quase vinte mil candidatos.

As declarações, é claro, são inverossímeis. Para que estivessem certas, o metro quadrado das terras do interior do Mato Grosso deveria ter um valor similar ao do centro da cidade de São Paulo.

O erro é aparente, mas quem se debruçar sobre os dados disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral vai encontrá-lo ao tentar calcular quem é o candidato mais rico desta eleição. (A declaração feita pelo político estava, nesta sexta-feira 18, disponível para consulta no site da Justiça Eleitoral).

Os bens de Mota não são os únicos que fogem à realidade. Há um apartamento de 320 milhões de reais, e outro de 43 milhões, ambos em Brasília. Já um Fiat Uno, carro recém-saído de linha, é avaliado em 21 milhões. Há ainda inúmeros outros casos que desequilibram tentativas de entender o patrimônio do político brasileiro.

Os erros ficam claros porque o TSE tem um banco de dados organizado e rapidamente disponível, uma exceção no opaco poder Judiciário. Mas é na origem dos dados que reside o problema.
A lei só exige que o candidato entregue a sua lista. Estas declarações, muitas vezes copiadas do Imposto de Renda, não são conferidas e não existe punição para quem as declarar de forma errada, seja por incompetência ou premeditada má fé.

O próprio TSE reconhece o problema. “Houve, por exemplo, o caso do candidato José Eymael, cuja declaração de bens informava um patrimônio de 17 milhões de reais. Saiu na imprensa que ele era o candidato mais rico, mas depois ele atualizou os dados e corrigiu o patrimônio para 5 milhões de reais,” declarou a assessoria de imprensa do tribunal por e-mail.

Assim como ocorreu neste caso, jornalistas, organizações da sociedade civil e cidadãos vão analisar exaustivamente os dados eleitorais. Farão levantamentos sobre o partido mais rico, o estado onde as mulheres tem mais dinheiro que os homens e os políticos que enriqueceram no cargo. Diante da numeralha, chegarão a conclusões para explicar a política nacional. Mas, diante de milhares de pequenos erros, estes levantamentos e suas conclusões dificilmente serão confiáveis. Seria como acreditar numa pesquisa eleitoral sem confiar em quem foi à rua entrevistar as pessoas.

Ao serem tratados com cuidado, os dados ainda podem ser úteis. Eleitores podem acessar o site do TSE, e obter a declaração de cada candidato individualmente. E aos que querem saber quem é realmente o candidato mais rico do país, reportagem do UOL trouxe a resposta: Marcelo Almeida (PMDB), candidato ao Senado pelo Paraná, tem 740,5 milhões, um patrimônio erguido pela sua família com obras durante a ditadura.

No país que só gosta de quem vence, a Fórmula 1 não serve mais para a TV aberta

Em março de 2009, questionei aqui no Esporte Fino se brasileiro gosta mesmo de esporte ou se gosta de quem vence. A resposta não é difícil. Porque funciona assim: aos vencedores, a idolatria. Aos que não vencem, as piadas, a ironia e o desprezo. O brasileiro médio só gosta de quem vence e por este motivo a Fórmula 1 está morrendo aos poucos na TV aberta.

No sábado, a Globo exibiu apenas os dez minutos finais do treino de classificação para o GP da Alemanha. Um pedaço de F-1 entre sessões de desenhos animados. O SporTV, canal a cabo de esportes que pertence à Globosat, mostrou o treino todo ao vivo.

Apontar o dedo para a Globo, neste caso, é um erro. Se desiste de exibir o treino é porque não há retorno. E, existem culpados disso, é provável que o maior de todos seja a falta de cultura esportiva de boa parte do país. Estivesse um brasileiro disputando o título, a audiência certamente não estaria em baixa, e o treino seria exibido na íntegra (curiosamente, duas corridas atrás Massa fez a primeira pole de um piloto do país em cinco anos).
Felipe Massa fora do carro
Massa abandonou na Alemanha após acidente na primeira curva (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

Como lembrou Flavio Gomes em seu blog, em vários países a Fórmula 1 é mostrada em emissoras de TV a cabo. Talvez seja, hoje, um produto de nicho. Um esporte específico demais e longo demais (mais de uma hora sem intervalos) para aparecer na TV aberta. Mas, no Brasil, é certo que a decadência é motivada pelo interesse em vencedores, não no esporte.

Este já foi o país do tênis, cheio de especialistas no assunto, enquanto Guga esteve no auge, com seus três títulos de Roland Garros e quase um ano como número 1 do ranking. Virou o país da ginástica subitamente, quando Daiane dos Santos virou campeã mundial. O boxe voltou a fazer sucesso quando Popó conquistou seus dois cinturões. A F-1 seguiria em destaque e com audiência em alta se Sebastian Vettel fosse brasileiro, não alemão. Mas o brasileiro é Massa, o quase-campeão de 2008. Um bom piloto, mas não um gênio.

TV vive de quem está em frente à tela, é óbvio. Se você já se perguntou por que o Zorra Total está no ar há 15 anos, a resposta é que o programa é líder no horário, sem grandes ameaças, desde que estreou. Em dez anos, a F-1 no Brasil perdeu quase 60% da audiência de TV, como mostrou Ricardo Feltrin, colunista do F5. Há uma queda global de audiência na categoria, mas no Brasil o ritmo é vertiginoso.

Por aqui, a audiência da F-1 só se salvaria com um novo Fittipaldi, Senna ou Piquet. Ou um piloto que pelo menos vencesse corridas regularmente. Como o automobilismo no Brasil está morrendo, é bem possível que isso nunca mais aconteça.

A F-1 talvez não demore a estar na televisão apenas pra quem realmente gosta de corridas. E como estas pessoas formam uma minoria, a TV a cabo é o caminho óbvio.
Fonte:

BLOCO GOVERNISTA DE CARNAUBAIS FOI APRESENTADO À HENRIQUE POR LUIZINHO CAVALCANTE

Henrique Alves após receber adesão de várias lideranças do municipio de Apodi, antes de ir ao encontro do prefeito Ivan Júnior conheceu o bloco governista de Carnaubais, liderado por Luizinho Cavalcante.
 
 A comitiva formado pelo gestor interino e vereadores da base aliada, ouviram de Henrique a satisfação de ter recebido bem antes de conhecer todo este agrupamento de pessoas que vieram lhe hipotecar apoio,  uma carta compromisso como instrumento de proposição de ações coletiva para o município de Carnaubais, razão que o fez sentir a grande solidez de líder que é Luizinho.
 
 Luizinho fez apresentação pessoal de cada um: Júnior Benevides prefeito interino fortalecendo a defesa do  nome de Henrique pra governador e Wilma de Faria para o senado. 
 
Destacou nominalmente os vereadores: Danilo Bezerra, Expedito Fernandes, Norma Siqueira e Batista de Dioclécio.

Fazendo parte desta caravana estava o vice prefeito Júnior Liberalino, os auxiliares de governo Zé Jorge, Francisco Pinto, Nenem de Sérgio, Nicolau e Marcos Cavalcante, Dária Albuquerque, Mária Albuquerque ex-secretária de Ação Social, Gilza Moura, Tássia Albuquerque representando a juventude socialista, outros integrantes do sistema governista local e o nosso blog na cobertura com elaboração do texto e fotos de Adilio Lacerda.
 Fonte: AluizioLacerda

segunda-feira, 21 de julho de 2014

BLOCO GOVERNISTA MUNICIPAL SERÁ RECEBIDO POR HENRIQUE ALVES

O prefeito interino Junior Benevides foi comunicado pelo coordenador de campanha de Henrique Alves que durante a visita do governadorável a cidade de Assú governada por Ivan Júnior,   estava reservado uma conversa de Henrique com as lideranças do sistema governista de Carnaubais.
 
 O coordenador Benes Leocádio adiantou que um entendimento preliminar já havia acontecido com Luizinho Cavalcante através da deputada Márcia Maia, sendo preciso uma conversa mais ampla com o prefeito interino e o constitucionalmente eleito com a participação da bancada de sustentação do governo municipal no legislativo.
 
Diante do comunicado, estas duas lideranças estarão conduzindo os vereadores do sistema aliado e outras influentes lideranças do município para consolidação  do previsível apoio ao candidato do PMDB.
 
O encontro do bloco liderado por Luizinho, fortalecido por Júnior Benevides acontecerá na casa do vice-prefeito Eurimar Nóbrega na noite de hoje.
Fonte: AluizioLacerda

HOSPITAL MATERNIDADE SANTA LUZIA SOBRE NOVA DIREÇÃO

O Prefeito Júnior Benevides numa solenidade simples e rápida,   reconduziu na tarde de hoje ao posto de diretor do Hospital Maternidade Santa Luzia, Edinor Oliveira da Cunha, função exercida no primeiro mandato de Luizinho Cavalcante.  Edinor  teve a transmissão do cargo feita pela enfermeira Cinthia Sayonara que fora remanejada para a equipe do ESF. Assistiu o ato de posse o gestor eleito constitucionalmente, a presidente  do legislativo municipal, chefe de gabinete, ex-prefeito, familiares do novo diretor e demais servidores da unidade hospitalar. 
Na oportunidade o gestor municipal deu provimento a nomeação da enfermeira Francielda Amorim para servir aos quadros da saúde em Carnaubais.
Fonte: AluizioLacerda

O governo Mais Desenvolvimento realiza melhoramento em estradas vicinais

O prefeito Junior Benevides acompanhou de perto os serviços de melhoria nos trechos de estradas que dão acesso as aos assentamentos rurais de Carnaubais. O departamento de obras do município contou com apoio da prefeitura de Porto do Mangue que disponibilizou retroescavadeira e caçamba para auxiliar o trabalho.  [Fotos: Genildo Pinheiro].

Professor Paulo Cavalcante de idade nova!



Quero registrar hoje o aniversário do bem sucedido empresário e professor Paulo Cavalcante, um cidadão bem articulado, de bons relacionamentos e de excelente visão futurista, pessoa que deu e continua a dar importante contribuição ao comércio local e na educação quando da sua passagem pela pasta nos anos de 2001 a 2004. Hoje residindo em Baixa do Meio (município de Guamaré) levou consigo o mesmo espirito empreendedor e tem dado a mesma contribuição tanto na educação local quanto no comércio daquele distrito implantando ali a maior loja de material de construção e autopeças da região. Parabéns professor!

Em tempo: quero de publico reconhecer a sua contribuição para minha formação como radialista, pois comecei na “Divulgadora Cavalcante” nos anos 90 de sua propriedade, obrigado por ter acreditado no meu potencial, hoje faço parte da melhor emissora do Brasil: Rádio Princesa do Vale.